terça-feira, 22 de Abril de 2014

Romaria S. Nuno de Santa Maria decorre em Cernache do Bonjardim



A segunda edição da Romaria S. Nuno de Santa Maria terá lugar este fim-de-semana (26 e 27 de Abril), em Cernache do Bonjardim. A organização desta iniciativa é da Câmara Municipal da Sertã e da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais.
Para os dois dias do evento está previsto um extenso programa, de que destacamos a representação da peça “Auto da Barca do Inferno”, pelo Grupo de Teatro do IVS (Casa Paroquial; 18h; 26 de Abril), o concerto do Padre Borga (22h; Seminário das Missões; 26 de Abril), a missa campal celebrada por D. Ximenes Belo, no Seminário das Missões, (11h30m; 27 de Abril) e o XXXI Festival de Folclore de Cernache do Bonjardim (Seminário das Missões; 15h; 27 de Abril).
Aqui fica a sugestão para o fim-de-semana.

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Eleições europeias: Boa oportunidade para discutir a Europa


As eleições para o Parlamento Europeu estão agendadas para o próximo dia 25 de Maio. Tradicionalmente, este é um sufrágio que não motiva os portugueses, sobretudo porque a maioria desconhece os meandros políticos de Bruxelas e a maneira como funcionam as instituições europeias. Não é por acaso que, normalmente, os candidatos a estas eleições preferem centrar o seu discurso em temas nacionais, com breves alusões à Europa.
Esta situação radica, antes de mais, no facto de Portugal nunca ter assumido – nem sequer discutido – a sua visão para a Europa, optando por um silêncio passivo, apenas quebrado quando o assunto é dinheiro. O QREN e os demais fundos europeus são o tema preferencial e quase único das discussões em torno da Europa. A crise que a União Europeia atravessa e que coloca desafios gigantescos a todos os seus estados membros não parece preocupar, para já, os políticos nacionais (e também de outros países), poucos interessados em discutir matérias como a União Bancária ou a mutualização da dívida.  
Serve este introito inicial para percebermos um pouco do cenário que circunda estas eleições europeias, que para muitos analistas nacionais não passam de um teste ao Governo. Pena que se pense assim, sendo que num futuro muito próximo chocaremos com a triste realidade de um país, que tem vindo a perder a sua soberania nacional, sem discutir sequer as consequências que daí advém.
A União Europeia é talvez uma das construções mais felizes que ocorreram no chamado Velho Continente. Durante décadas garantiu a paz e a prosperidade dos povos e permitiu que muitos países conseguissem alcançar um desenvolvimento sem par na sua história. Veja-se o que era Portugal antes da adesão e o que é hoje; as diferenças saltam à vista, mas como sempre tendemos a achar que a União Europeia existe unicamente para financiar as nossas estradas e viadutos. Puro engano!
Lamento que estas eleições não sirvam para discutir a Europa e a posição de Portugal no seio da União Europeia. É frustrante observar os discursos dos principais candidatos a este sufrágio e perceber como bons tribunos (ex. Paulo Rangel ou Francisco Assis) anulam o seu pensamento sobre a Europa, optando por papagear ideias e lemas que serviriam melhor na campanha para as legislativas do que nestas.
Resta-nos aguardar que o mês que ainda nos separa destas eleições possa ser esclarecedor ou, pelo menos, indicativo do que cada um dos contendores defende sobre a Europa. Discutir se o país deve ter uma saída limpa ou com um programa cautelar é provavelmente o menor dos problemas com que o país terá que se confrontar na próxima década.

quinta-feira, 10 de Abril de 2014

Portugal derrota Grécia na Sertã



Portugal venceu (1-0) a Grécia, em partida a contar para o grupo 5 de apuramento para o Campeonato do Mundo de Futebol Feminino. O jogo disputou-se na Sertã e contou com a presença de mais de 1800 espectadores. Foi um dia de festa para o concelho sertaginense, que recebeu, pela primeira vez, um jogo ao mais alto nível entre selecções nacionais.
Aqui fica o resumo televisivo deste desafio histórico. 
video


terça-feira, 8 de Abril de 2014

Portugal joga na Sertã partida de apuramento para o Mundial de futebol feminino



A Sertã vai receber, pela primeira vez, um desafio internacional entre selecções de futebol. O Campo de Jogos Dr. Marques dos Santos será palco, na próxima quarta-feira (15h), do jogo que oporá a selecção portuguesa de futebol feminino à sua congénere da Grécia, em partida do grupo 5 de apuramento para o Campeonato do Mundo, que se disputa no próximo ano, no Canadá.
Este será o quinto encontro de qualificação para o Mundial, depois de no último jogo Portugal ter goleado (7-1) a Albânia, num desafio disputado em Abrantes. Recorde-se que Portugal já enfrentou a Grécia nesta fase de qualificação, tendo vencido a selecção helénica por 5-1.
Neste momento, Portugal ocupa a quarta posição do Grupo 5 de apuramento para o Campeonato do Mundo, que é liderado pela Holanda e Bélgica, com 13 pontos. Portugal tem menos sete pontos que os líderes, num grupo que ainda inclui a Noruega, selecção que já conquistou o título mundial e europeu.
Elsa Ventura, uma das jogadoras convocadas, já falou sobre a partida de quarta-feira: “Um bom resultado é sempre importante para as aspirações da equipa, mas não é por termos alcançado um bom resultado no primeiro jogo que temos assegurada a vitória neste segundo. Na altura estávamos em início de época, as equipas estavam menos preparadas, agora podemos contar com o apoio local, das pessoas que com certeza se deslocarão ao estádio, mas acima de tudo temos de ter presente a necessidade de jogarmos com muito respeito pelo adversário”.
Também Ana Leite abordou o jogo: “Acredito que tenhamos boas chances para ganhar, mas assim como nós já tivemos mais tempo para estudar a Grécia, também a Grécia já nos conhece melhor e tudo pode acontecer. Acredito no valor desta equipa, temos um grupo muito bom, mas tudo pode acontecer neste tipo de jogos”.
Refira-se que, no passado sábado, a selecção de Portugal efectuou um jogo-treino com a equipa de juniores do Sertanense, que terminou com uma igualdade a três bolas. Cláudia Neto (dois golos) e Patrícia Gouveia marcaram para a selecção das quinas, enquanto Lucas, David e Rodrigo apontaram os golos dos sertaginenses.